Barreiras recebe encontro para discutir planejamento estratégico do MP

Redator: Milena Miranda DRT Ba 2510

Integrantes das Promotorias de Justiça Regionais de Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Ibotirama e Santa Maria da Vitória estiveram reunidos ontem, dia 20, e hoje, dia 21, para elaboração do plano estratégico 2023 a 2031 da Instituição. O objetivo é discutir a diversidade e realidade de cada região do estado para coletar informações que subsidiem a elaboração de um plano estratégico mais democrático e alinhado às necessidades de cada comarca. O primeiro encontro aconteceu no dia 15 de setembro, na Promotoria de Justiça Regional de Juazeiro. Logo depois, foi a vez da Regional de Porto Seguro, nos dias 22 e 23 de setembro. Também será realizado um encontro em Vitória da Conquista no mês de novembro.

Em Barreiras, o encontro acontece no Hotel Morubixaba, localizado na avenida Antônio Carlos Magalhães, em Barreiras, e foi aberto ontem pela procuradora-geral de Justiça Norma Cavalcanti. “Espero que possamos avançar pelo fortalecimento de todas as instituições do Sistema de Justiça”, destacou a chefe do MP baiano, Norma Cavalcanti. O coordenador da Gestão Estratégica (CGE), promotor de Justiça Lourival Miranda, apresentou uma visão geral e alinhamento conceitual para a construção do plano estratégico, junto com o representante da STEX Desenvolvimento Empresarial, Fábio Fontanela.

Segundo o promotor de Justiça Lourival Miranda, o planejamento veio no sentido de orientar e direcionar a atuação da instituição, promovendo processos organizacionais internos e autoavaliações. A mesa de abertura do encontro contou também com a presença dos promotores de Justiça Pedro Maia, chefe de gabinete; Ricardo Andrade, secretário-geral adjunto; e Adriano Assis, presidente da Associação do Ministério Público do Estado da Bahia (Ampeb). “Esse encontro representa uma oportunidade para discutirmos o Ministério Público. Temos várias questões que nos afligem, mas estamos numa instituição viva e que é muito importante para democracia e para nosso país”, afirmou.

Deixe um comentário

Voltar para o topo
Skip to content